A separação

Boa tarde!

Durante muito tempo abandonei este blog. Por completo. Porque não havia vontade. Esta foi a razão principal. Não havia vontade de escrever.

Não havia dietas. Só havia treinos. Esses sempre estiveram presentes na minha vida e vão continuar a estar.

Mas a verdade por detrás do blog era muito mais dura. Como sempre. A história por detrás de um computador, de um monitor, de um ecrã, é sempre diferente. E neste caso foi muito diferente.

Não vou contar detalhes. Não o faço por respeito à outra pessoa. Mas agora que passaram 10 meses desde a decisão e 8 meses desde que foi oficializado achei por bem falar sobre o assunto.

Foi um casamento que como tantos outros chegou ao fim. Houve um desalinhamento de valores e objectivos de vida, maioritariamente meus, que ditaram o fim de um casamento de 5 anos e uma história de quase 7.

Estou bem. Sim, estou bem. Esta foi inclusive a frase que mais disse ao longo destes meses todos. Por algum motivo, muito provavelmente por ser mulher, senti de todos ao meu redor que como elo mais fraco estaria mal.

A decisão foi minha. A escolha foi minha. O fim desta história foi responsabilidade minha.

Não houve uma terceira pessoa. Nunca foi isso parte da equação. Havia apenas e só alguém que queria muito determinadas coisas para a sua vida e sentiu que estar com quem estava seria como ter uma bola de ferro presa no pé que não me deixava seguir em frente.

Houve sim ausência de sentimento. E se há coisa que neste processo ainda não entendi a 100% é como foi possível um dia acordar e pensar que estava melhor sozinha e que não havia qualquer sentimento que suportasse mais aquela relação.

Talvez a melhor descrição possível seja até demasiado redutora: “O amor é como um rolo de papel higiénico. A cada cagada vai chegando mais perto do fim até que acaba.”

E houve cagadas graves ou dramáticas ou problemáticas? Não. Houve cagadas (de parte a parte a bem da verdade) que ditaram o fim.

E os últimos 10 meses foram de total adaptação. E tanta coisa aconteceu…

Nova nutricionista

Voltei aos treinos como sabem e precisava voltar a ter um plano alimentar. Optei por não seguir com o Miguel Kennedy. Não tenho absolutamente nada a dizer dele de negativo. Foi fundamental na minha vida e fez-me mudar muita coisa que eu sempre achei impossível. No entanto, sei que atravessa um periodo pessoal complicado e eu precisava de alguém que me acompanhasse de perto. Conheço-me e sei que se não for dessa forma não vou ter resultados.

Descobri a Metabolic Edge, uma clinica de nutrição em Lisboa com profissionais referenciados no mercado.

Marquei a consulta e apresentei-me lá 🙂

Adorei a dra Ana. Tivemos uma empatia incrível. O plano novo é super adaptado a mim e aos meus gostos pessoais de comida.

Um cheirinho do meu pequeno almoço:

A tempo voa!

Passaram-se tantos meses desde o último post que até tenho vergonha de os contar.

Muita coisa mudou na minha vida. Principalmente a nível pessoal.

Os treinos esses continuam. Com o Pedro como sempre. Não o troco por nada. Estive 2 meses sem treinar com ele e vi que sozinha não consigo. A parte boa é que não tive dores nenhumas pelo que após 1 ano estou pronta para treinar a sério e voltar à perda de peso.

Treinar sozinha para mim é uma seca. Depois o plano de treino é tudo menos convencional. Estou cansada dos olhares no ginásio e acima de tudo das constantes interrupções com “não é assim que se faz!”

Infelizmente o Miguel teve um problema de saúde. Não sou mais acompanhada por ele. Já não o era quando ele ficou doente. Agora que quis voltar também não será possível uma vez que ele ainda não está no ativo.

Vou começar com outro profissional que me foi recomendado. Prometo contar tudo 🙂

Dia 1 recomeço os treinos com o Pedro. Dia 13 o novo plano alimentar.

Em paralelo estou a fazer tratamentos de remodelação corporal na BodyConcept. Estou a adorar porque era a ajuda que faltava para perder gordura nos lugares que quero. O meu corpo escolhe sempre perder gordura onde menos quero :/

Hello world!

Sim, estou viva. Sem, estou mega ocupada.

Ocupada com viagens que nos últimos meses têm sido imensas. Ocupada com preparar todo o ano de trabalho em 2 empresas e à distância. Ocupada com manter o foco na comida e nos treinos. Argh…ocupada demais.

A partir de fevereiro prometo colocar mais coisinhas no blog. Até lá estarei meio sumida. Sorry again. Beijocas *****